Instituto Aurora realiza encontro para estimular empatia, respeito e garantia de direitos

“Humanidade se Compartilha” é uma parceria entre o Instituto Aurora, o Projeto Loucos pela Vida e Instituto Federal do Paraná para provocar um despertar de empatia e, assim, caminhar para uma sociedade livre de discriminação

O Instituto Aurora, em parceria com o Instituto Federal do Paraná e o Projeto Loucos pela Vida, realiza nesta quinta-feira (13), às 19h30, o evento “Humanidade se Compartilha”, encontro que reunirá seis palestrantes para contarem suas histórias, ilustrando diferentes trajetórias de vida. A proposta tem como objetivo aproximar os palestrantes da plateia e promover uma cultura livre de discriminação, que valoriza a humanidade compartilhada por todas as pessoas.


A diretora-executiva do Instituto Aurora, Michele Bravos, explica que a reflexão criada a partir de múltiplas histórias de vida auxilia na construção de mais respeito e escuta empática. “Por meio do diálogo e da troca interpessoal, enxergamos as pessoas com mais empatia, compreendendo suas necessidades e rompemos a dualidade entre ‘nós’ e ‘eles’”, comenta. É amplificando vozes tão diversas que os organizadores esperam criar unidade entre palestrantes e ouvintes. “Mesmo que a princípio possa parecer que entre elas não haja nada em comum, acreditamos nessa humanidade que é compartilhada e nos une”. Na ocasião, Michele fará a abertura do evento e apresentará a história e os valores da organização que atua na educação em direitos humanos.


O evento é aberto ao público, mas, no dia, serão arrecadadas doações de alimentos não perecíveis para a Pastoral do Migrante.


Conheça os palestrantes:

- Edilayne Ribeiro é psicóloga, professora e pós-graduanda em Neuropsicologia. Membra da Comissão de Educação Inclusiva (CEI) da Universidade Tuiuti do Paraná e presidente da associação voltada a pessoas com deficiência, ACESSIS.


- Guilherme Bucco: criador do blog Papai Atípico, em que compartilha suas vivências como pai de uma criança com deficiência.


- Karollyne Nascimento: coordenadora geral do Transgrupo Marcela Prado, integra a comissão de diversidade e gênero da OAB, conselheira do COPED (Conselho Permanente de Direitos Humanos), da comissão de saúde integral, do Grupo de Trabalho do DEPEN (Departamento Penitenciário do Estado do Paraná), do comitê LGBT da Seju (Secretaria de Justiça, Trabalho e Direitos Humanos) e do Comitê de Saúde Sesa.


- Lilian Machado: Produtora executiva, idealizadora e fomentadora de projetos protagonizados pelo grupo musical que integra, Tuyo. Protagonizou espetáculos de abertura para shows de artistas como Rubel, Liniker e a norte americana The Internet. Realizou apresentações no Teatro Paiol e Ópera de Arame em Curitiba, Casa Natura e Audio em São Paulo, Circo Voador no Rio de Janeiro e também participou de edições do Sofar Sounds em Curitiba, Porto Alegre e São Paulo.


- Marta Assis: mãe de cinco filhos e avó de cinco netos. Filha de pais analfabetos, os livros e principalmente os gibis emprestados de um amigo eram sua melhor companhia. Depois de anos fora do ambiente escolar, retomou os estudos ingressando em uma turma do EJA. Em 2013, concluiu a graduação no curso de Biblioteconomia e hoje exerce a profissão em duas escolas da rede particular de ensino de Curitiba. Entre livros, alunos e professores procura compartilhar sua paixão pelos livros através da mediação da leitura.


- Myria Tokmaji: Refugiada no Brasil desde 2013, quando deixou Aleppo, sua cidade natal, após viver 2 anos na Guerra, teve uma trajetória desafiadora em um novo país, sem conhecer a língua ou costumes. Diante da nova realidade, Myria e sua família aprimoraram habilidades e comandam hoje a Yasmin Comida Árabe, e, com o irmão e cunhada, se apresenta com a banda Trio Alma Síria. Além disso, é designer de joias com a sua marca própria Ebla.


Serviço

Local: IFPR (Rua João Negrão, 1285)

Data: 13/06 (quinta-feira), às 19h30

A entrada é gratuita


Sobre Instituto Aurora

Com atuação desde 2017, o Instituto Aurora tem como objetivo contribuir para compreensão de nossa humanidade comum, por meio de diálogos de paz, agindo em duas frentes de atuação: (I) Programa de Empoderamento, com ações voltadas às minorias políticas, no qual trabalha o fortalecimento de identidades; e (II) Programa de Educação em Direitos Humanos, no qual realiza atividades com a sociedade em geral com o objetivo de transformar o senso comum sobre o que são direitos humanos e, assim, promover espaços livres de discriminação. O Instituto Aurora acredita que a arte é a força para abordar esse grande tema, pois possui uma linguagem que se conecta com as pessoas, sensibiliza e alcança transformações efetivas.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2020 DePropósito Comunicação de Causas

Rua Martim Afonso, 432 - São Francisco - Curitiba (PR)

  • Instagram - Cinza Círculo
  • Branca ícone do YouTube
  • facebook
  • White LinkedIn Icon

Assessoria de Imprensa Curitiba, Produção de Conteúdo e Consultoria em Comunicação.