Série de eventos online reúne especialistas para balanços mensais da política ambiental brasileira

Conjunturas & Riscos estreia na próxima terça-feira (06) com participação de nomes do setor público e privado. Iniciativa do Política Por Inteiro é gratuita e aberta ao público. 

A conjuntura da política climática brasileira será avaliada e debatida mensalmente em transmissões ao vivo. A partir da próxima terça-feira, 6, o projeto Política por Inteiro passa a realizar eventos online que reúnem especialistas do setor público e privado para abordar um balanço dos principais atos do poder público federal com efeito sobre o meio ambiente. A análise sobre o estado e os riscos da política climática brasileira serão transmitidos pelo YouTube, sempre na primeira terça-feira do mês.  Desde 2019 o Política por inteiro realiza o acompanhamento em tempo real dos sinais públicos de mudanças relevantes anunciadas pelo Executivo Federal. O projeto organiza os dados publicados no Diário Oficial da União e disponibiliza um Relatório Mensal com olhar analítico e técnico das políticas ambientais. A partir de outubro de 2020 essa conjuntura também passa a ser debatida com uma perspectiva que reúne os setores público, privado e a sociedade civil para refletir sobre o estado da agenda ambiental e possibilidades para que o Brasil cumpra com os acordos internacionais.


“Queremos contribuir para compreensão dos riscos políticos envolvidos na implementação dessa agenda no Brasil, e isso deve ser feito mensalmente para ter uma avaliação sistemática que ajude tanto o setor privado, a sociedade civil, quanto os agentes públicos a entenderem o todo, as tendências, caminhos e possibilidades de avanço”, explica Natalie Unterstell, coordenadora do Política por Inteiro.  A proposta também quer agregar um olhar econômico e internacional, atento aos impactos da agenda climática no mundo dos negócios e dos investimentos verdes. “Chegamos a 2020 com uma onda avassaladora que envolve setor privado, macroeconomia, nova perspectiva de financiamento verde. O mundo está com olhar voltado a detectar riscos climáticos, como influenciam investimentos, gerenciar riscos de desmatamento”, argumenta.


Para Unterstell, o mercado tem papel protagonista nesse cenário e pode colaborar de forma significativa para o rumo da agenda climática no Brasil e na escala global. “As lideranças empresariais podem conduzir a transição para economia de baixo carbono, migrar para investimento em energias renováveis e atividades livres de desmatamento e auxiliar na implementação desta agenda com inovação, novos produtos e serviços. Por isso é importante que os atores do mercado entendam as mudanças climáticas e também as oportunidades de políticas públicas”, afirma. “Neste momento eles têm também um papel ativista, já que temos visto ações de fundos de investimento, gestores de ativos e bancos caminhando nesse sentido”.  Balanço de Setembro A estreia do Conjunturas & Riscos é na próxima terça-feira (06) e terá a participação de Claudio Angelo, coordenador do Observatório do Clima; Erika Berenguer, pesquisadora da Universidade de Oxford e do Painel Científico para amazônia; e Rodrigo Lima, especialista em comércio internacional e diretor da Agroícone. O debate será moderado pela administradora pública Natalie Unterstell e contará com intervenções de Marina Caetano, da KAS Brasil. A transmissão é ao vivo, gratuita e aberta ao público. Para se inscrever, basta acessar: https://is.gd/politicaporinteiro

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2020 DePropósito Comunicação de Causas

Rua Martim Afonso, 432 - São Francisco - Curitiba (PR)

  • Instagram - Cinza Círculo
  • Branca ícone do YouTube
  • facebook
  • White LinkedIn Icon

Assessoria de Imprensa Curitiba, Produção de Conteúdo e Consultoria em Comunicação.