Lançamento do Retina Social, negócio de impacto na área de fotografia, terá participação de fotógr

Com apoio da DePropósito Comunicação de Causas e entrada franca, lançamento da Retina Social acontece no dia 22 de maio e vai contar com a projeção “Projeto Bem Querer o Brasil”, do fotógrafo J. R, Ripper. Acervo histórico será digitalizado e cedido à Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro e organizações sociais.

O Retina Social será inaugurado na próxima quarta-feira (22), às 19h, no Espaço Legado. Por meio da fotografia, o negócio social nasce com o objetivo dar visibilidade às causas de impacto socioambiental positivas. O evento contará a presença do fotógrafo carioca João Roberto Ripper, referência no assunto, com a exposição do projeto “Projeto Bem Querer o Brasil”, que reúne 50 anos de documentação fotográfica. Ripper é famoso por retratar histórias esquecidas ou marginalizadas do Brasil afora. Crianças em situação de escravidão, dificuldades da seca na região semi-árida e a luta de movimentos sociais fazem parte do acervo de mais 140 mil fotogramas em filme e dezenas de cadernos de campo do fotodocumentarista. O acervo histórico será digitalizado e cedido à Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro e organizações sociais.


Os fotógrafos idealizadores do Retina Social, Christiane Hoffrichter e Sérgio Vanalli, vêem a fotografia como o processo de comunicação mais efetivo para gerar conscientização, engajamento e mobilização a respeito de assuntos sociais. Hoffrichter conta que o fotógrafo Ripper dialoga com o projeto por ter uma linguagem humanizada. “Ele tem uma fotografia de empatia, solidariedade e do bem querer do outro e são com esse valores que a Retina Social trabalha”, explica.


Após a apresentação do projeto e exposição fotográfica “Bem Querer o Brasil”, o evento contará com mesa redonda sobre memória, fotografia e direitos humanos. A entrada é gratuita. A iniciativa é parceira da DePropósito Comunicação de Causas, com quem compartilha clientes com o objetivo de mobilizar a comunicação de impacto. As jornalistas da agência também vão conduzir uma entrevista com o fotógrafo convidado.


Sobre J. R. Ripper


João Roberto Ripper é fotógrafo documental e fotojornalista reconhecido por entidades como a Organização Internacional do Trabalho, o Ministério Público do Trabalho, parceiro de diversas organizações na luta pelos direitos humanos e ambientais. Dedicou sua vida a registrar e fortalecer as múltiplas lutas no Brasil e a denunciar as injustiças no país. O diferencial de sua fotografia é trazer a denúncia junto do afeto. Suas fotografias retratam injustiças, mas com empatia, sempre mantém a dignidade, beleza, carinho e força dos fotografados. Uma fotografia humanista compartilhada que já fez escola e inspira fotógrafos de todo o país.


Serviço:

Data: 22.05.19, às 19hs

Local: Espaço Legado (Rua Arthur Loyola, 96 - Cabral). Entrada gratuita


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2020 DePropósito Comunicação de Causas

Rua Martim Afonso, 432 - São Francisco - Curitiba (PR)

  • Instagram - Cinza Círculo
  • Branca ícone do YouTube
  • facebook
  • White LinkedIn Icon

Assessoria de Imprensa Curitiba, Produção de Conteúdo e Consultoria em Comunicação.