Ignorando oportunidades de negócio e turismo, governo recua e desiste de sediar Conferência do Clima no Brasil em 2019

November 28, 2018

A ex negociadora do Brasil em Mudanças Climáticas, Natalie Unterstell, se surpreende e lamenta decisão; ela embarca para participar da COP24, na Polônia, na semana que vem.

 

O governo de Michel Temer voltou atrás e recuou no pedido para realização da 25ª Conferência do Clima no Brasil no ano que vem. Alegando fase de transição para governo de Jair Bolsonaro, o Itamaraty decidiu não realizar a COP-25 no país, contrariando interesse e mobilização de autoridades locais e ativistas de diferentes cidades brasileiras, como Salvador, Rio de Janeiro e Foz do Iguaçu.

 

 

A ambientalista Natalie Unterstell, Conselheira da Presidência da República pelo Fórum de Mudanças Climáticas, reagiu com surpresa à decisão do governo federal. “Me soa descabido, porque foi o próprio governo Temer que manifestou interesse em sediar a COP-25 e a responsabilidade sobre a realização seria do próximo governo que até agora não se pronunciou sobre isso”, informa.

 

Esta semana autoridades da cidade de Foz do Iguaçu e o governador eleito do Paraná, Ratinho Junior, enviaram para Brasília um ofício apoiado pelo Ministério do Meio Ambiente e Ministério das Relações Exteriores defendendo a realização da próxima COP no Paraná. Na avaliação da especialista, o evento da ONU que movimenta R$ 400 milhões e 35 mil pessoas seria uma chance singular para o estado. Segundo ela, a decisão federal não levou em consideração o potencial de projeção do Brasil em importantes decisões internacionais e atração como pólo turístico.  “Todos esses esforços foram ignorados e ninguém foi consultado. Para o Paraná e para a agenda de Itaipu seria uma grande oportunidade e uma pauta espetacular”, comenta.

 

Natalie embarca para Europa na próxima semana para participar da reunião de cúpula desse ano e espera que o Brasil retome a pauta de negociações a tempo de sediar a próxima conferência do meio-ambiente. “Eu espero que isso seja reversível. Por agora, é lamentar bastante”, conclui. Natalie Unterstell participa da COP da Polônia entre 8 e 15 de dezembro.

 

Dois anos atrás o Brasil sinalizou interesse em receber o evento, mas a decisão final depende da postura e das articulações que o Itamaraty tomar até o fim da próxima semana, quando se realiza a COP24, na Polônia. Cerca de 200 países participam da reunião diplomática.

Please reload

Posts Em Destaque

Por meio de videochamadas, grupo de palhaçaria profissional amplia área de atuação e chega a hospital de Cascavel

September 16, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags